(11) 94570-7451 (11) 97367-7711 (11) 98592-6308

NOSSOS PROCEDIMENTOS

Micropênis

Pênis abaixo do tamanho médio para a faixa etária

 

Um micropênis é normalmente referido no contexto médico como uma condição de um pênis cujo comprimento quando esticado flácido é mais do que 2,5 desvios padrões abaixo do tamanho médio para a faixa etária, porém funcionante.

 

Curva de Crescimento do Pênis.jpg

Curva do Crescimento Peniano

Fonte: UOL Notícias

 

 

micropênis é um pênis de comprimento reduzido para a idade, pode ser confundido com um pênis oculto ou escondido, ou seja, inserido num excesso de gordura púbica (ver Lipoaspiração na Região Pubiana). Aproximadamente um em cada 200 homens possui um micropênis. Algumas causas identificáveis são a deficiência do hormônio do crescimento e/ou gonadotrofinas, pequenos graus de insensibilidade a andrógeno, diversas síndromes genéticas e diversas variações em genes homeobox.

 

Tabela: Tamanho Peniano

Fonte: J. Pediatr. (Rio J.) vol.83 no.5 suppl.0 Porto Alegre Nov. 2007

 

 

Alguns tipos de micropênis podem ser tratados com hormônio do crescimento ou testosterona no início da infância. Nesses casos podem ser utilizadas as duas técnicas de Aumento Peniano: a Faloplastia para aumento do comprimento do pênis e a Bioplastia Peniana para aumentar a grossura do pênis, ambas fazem parte do processo de Reconstrução Genital.

 

Micropênis não é uma doença e sim um sinal que acompanha algumas patologias em especial endócrinas e de má formação.

 

 

"Os testículos usualmente são pequenos e criptorquídicos, e a bolsa escrotal também é menor do que o normal. Em crianças obesas, deve-se afastar a gordura suprapúbica. Ao nascimento, o pênis apresenta o comprimento em torno de 1,9 cm. A diferenciação da genitália externa masculina ocorre em torno da 12 semana de vida embrionária, requer testículo normal produzindo testosterona, estimulado pela gonadotropina coriônica materna. No segundo e terceiro trimestres, o crescimento peniano é mediado pelo andrógeno fetal, que está sob controle do hormônio luteinizante (LH) fetal. A presença do micropênis é decorrente da deficiência da produção de hormônios gonadotrópicos, que ocorre após a 14ª semana de gestação, por hipogonadismo hipogonadotrópico (deficiência da produção de hormônio liberador de gonadotropina pelo hipotálamo síndrome de Kalmann), falência testicular primária (hipogonadismo hipergonadotrópico por disgenesia gonadal) ou síndrome do testículo rudimentar Síndrome de Robinow e causa idiopática." *


* Fonte: http://www.fcm.unicamp.br/urologia/graduacao/pdf/Doencas_do_Penis.pdf

 

 

Para ler mais sobre Micropênis, acesse o blog Falando Sobre Pênis